16.6.11


A noite já se fazia notar, e o brilho dos teus olhos sobressaia mais que nunca. O tempo passou a correr, perdi a noção das horas. As nossas mãos estavam coladas e fixava-as intensamente. Focamos os olhares, sentia o teu respirar acelerado. Um amo-te fez-se sair da tua boca, e sem darmos por nada estávamos a uns milímetros um do outro. "Obrigada". Levantei-me, dei-lhe um beijo constante na testa, e fomos embora . 


2 comentários:

Ana disse...

ADOREI O TEU BLOG!

Ana disse...

Obrigada eu :)