22.12.11


Esconde-te em mim. Faz de conta que não ouves ou simplesmente não ouças. Silencia a tua voz e sente. Sente quando o meu coração corre acima da velocidade média. Peço-te que te concentres nos nossos corpos e que reflictas sobre eles a partir de hoje. Eu sei que a mummy não gosta de ti. Provavelmente por seres assim como eu, uma alma perdida no infinito. Eu gosto, és puro e bonito naike. Conto contigo hoje à noite para nos deliciarmos com melodias. Ou criamos uma só nossa.

10 comentários:

catarina disse...

lindo post :)

angie disse...

oh, que lindo texto

catarina disse...

pois querida , lutei muito para voltar a sorrir :)
se calhar ainda há muita coisa para curar , mas por enquanto não estou disposta a me expor a mais tristezas !

Hermione disse...

muito doce*

Hermione disse...

e' mesmo..

angie disse...

eu é que agradeço, doce Bruni

sam disse...

uau, também quero uma alma assim junto de emim.

sam disse...

tenho, mas é só um grande amigo, nada mais. e oh, não quero abrir o meu coração tão cedo a alguém, passei por muito ultimamente com rapazes, não me quero voltar a magoar. agora se alguém me quiser de verdade, que corram atrás.

m. disse...

Tão lindo..

Corina de Oliveira disse...

Desejo-te um feliz Natal, junto de quem mais amas e estimas. Tudo de bom!
Beijinhos *