14.6.12

Tumblr_lxf67ce54j1r1vut2o1_500_large

Era uma alma positiva e sossegada que se encontrava a 10metros de distância de todos os corpos. Ninguém lhe perguntava, ninguém se importava. 12 anos. Lembro-me de parar e respirar fundo. Lembro-me de nós e dela, na outra ponta. Ao principio chamei-lhe autismo, menina prodígio. Ela respirava sem medo e acabei por não arranjar definição possível. Sem nunca manter contacto físico, lembro-me de ser baleada pela sua pele e sentir pena da sua alma. "Ser humano cansa", dizia por frases soltas. E eu adorava aquela sensação de procura de experiências novas que se apoderava dentro de mim. 
A pena desapareceu passado uns anos de conhecer a sheila e com isto aprendi a viver sozinha. A conviver a 10 metros de distância apenas como garantia de vida. E aprendi-me a mim mesma.
Agarra-me enquanto mergulho no meu mundo por uns instantes. Não me largues nestas experiências.

5 comentários:

Emilie Lorena disse...

Um texto maravilhoso e misterioso! Por vezes temos de observar e ser observados para aprendermos. Nunca desperdices o que te ensinam e segura te bem, por vezes o caminho é complicado...

sam disse...

um dia falas-me da sheila

joana disse...

Amo, amor!

catarina disse...

bem lindo *

Sara disse...

you have colour inside you.