20.7.13


Nasceu em mim um bichinho pequeno que me consome aos pedaços. Por vezes de leve, outras vezes com cicatrizes, daquelas que fazem doer. Alimenta-se da minha consciencia fraquinha, e aproveita-se do meu corpo frágil. Não sei como podem existir almas que nos consomem tanto sabes.. e tenho saudades de poder dizer que tenho o coração quentinho e açucarado, pronto para ser bom para pessoas como tu sam. Desculpa princesa, sabes que podes olhar para a lua que vou estar sempre lá, mesmo quando não estou em mim.

6 comentários:

sam disse...

oh meu anjo, acredita que te percebo. escrever-te-ei brevemente

SM. disse...

amo o teu blogue! paz de alma com textos que fazem lembrar momentos *

mai disse...

Miss you

sam disse...

amo-te

sam disse...

i love you to the moon and back

mai disse...

E eu de te ler a ti pequena <3