9.10.13

Inquietas a minha alma quando o sono bate a porta. Perfuras o meu corpo com pensamentos preocupantes, e de longe vejo-me a cair. De leve levanto-me como se ignorasse a tua presença, e sinto-te a respirar fundo, como se completasses uma parte da minha história. Era o teu expirar cordenado com o meu inspirar, como se chamasse por mim. E aquela pequena força permanecia em nós. Fecha os olhos e procura-me em ti. Sente todo o amor que percorre por mim quando vivo em ti. Ainda estás ai? Então volta para trás.


5 comentários:

emma disse...

Que volte para trás, princesa. Encantador, como sempre!

claire disse...

oh gostei tanto

emma disse...

que a sorte esteja connosco, querida Bruni <3

dianadias disse...

Gostei imenso do que li, adoro como escreves, como descreves o que sentes :') *

; diiana ♥ disse...

tão lindo .