29.7.14

Sinto a percorrer em mim algo que já não sentia a algum tempo. Mistura-se o quente com o frio, e sai de mim algo que não consigo explicar. Não sei se é frustação ou desilusão, mas sei que existe um misto que me consome todos os pedaços do meu corpo. Algo aqui mexe comigo e tira-me da orbita mal feita que já existia na minha vida..mas desta vez arruina tudo o que resta de mim. E eu, fraca e sem sentidos, deixo-me levar pelo vento e pelo cansaço, mas desta vez sem dança.
Agora sou só eu, quase sem corpo também, e umas boas toneladas de droga que me ajudam a viver na ilusão e enfrentar os demónios que pisam o meu caminho.
O problema é meu e de mais ninguém, e com isto retiro-me durante algum tempo. Não que eu queira mas preciso. Preciso de me procurar.



4 comentários:

sam disse...

Nao fujas... tens sempre em mim um porto de abrigo

nês disse...

O truque é ter calma e saber sentir a tristeza... Nem tudo é mau assim como achamos... Tudo tem um lado bom, procura-o!

nês disse...

resp: É tão bom poder saborear isso que dizes...

dan ❀ disse...

vais-te encontrar e ainda mais forte!